Vender mais no e-commerce: 9 dicas para aumentar suas vendas

Deixar seu e-commerce adequado para garantir que a experiência saia exatamente como o esperado é algo que muitos consideram impossível. Mas, na verdade, só é preciso atenção e zelo com alguns detalhes


O sonho do empreendedorismo é considerado por muitos uma grande e arriscada aventura, seja no varejo físico ou no virtual. Mesmo após a forte recessão macroeconômica de 2014 a 2016, o Brasil e seu pólo industrial, São Paulo, ainda veem registros diminutos da atividade econômica em diversos setores. De 2014 a 2018, os reflexos continuaram: o PIB acumulou queda de 4,2%.

Em 2019, a expectativa do Governo Federal somada ao entusiasmo de investidores, pela movimentação do capital estrangeiro, resultou na otimista previsão do crescimento de 2% no PIB, que decepcionou e se manteve somente nos 0,8%. Isso impacta diversos setores. No e-commerce, por exemplo, pesquisas apontam que cerca de 80% das lojas virtuais fecham antes dos 18 meses de funcionamento. Tão fácil como abrir um e-commerce é fechá-lo, mesmo aproveitando momentos como as vendas de final de ano e a Black Friday.

Em contrapartida, nem tudo são cravos. E nós nos perguntamos: como tem e-commerces por aí que permanecem sólidos a qualquer tipo de crise, concorrência ou mau tempo? Além de oferecerem bons produtos, um preço justo, uma boa operação e logística, eles prestam atenção em alguns outros detalhes que podem fazer total diferença para alcançar o sucesso e determinar se seu empreendimento vai prosseguir ou não.

Por isso, analisamos com cautela algumas dessas melhores práticas e trouxemos para você as principais delas, especialmente em relação à experiência do usuário e aos meios de pagamento.

Vamos a elas?

Como vender mais: 9 dicas incríveis para o sucesso do e-commerce

1) Crie uma boa experiência de compra online

Visualmente agradável, intuitiva, de fácil utilização, clara e encantadora. É assim que deve ser a experiência de compra na sua loja on-line durante toda a jornada do comprador. Mas como fazer isso?

Garanta uma boa apresentação dos produtos certos, na ordem certa, com fotos e descrições objetivas, atraentes e de qualidade - com alta qualidade de imagem e sem erros de português. É preciso despertar o interesse de possíveis clientes e garantir que se sintam à vontade para navegar e fazer suas compras.

Isso deve se estender até o último passo da compra - talvez um dos mais importantes - o checkout. Mas vamos falar mais sobre ele daqui a pouco.

2) Use as redes sociais a favor de sua loja online

Se você tem um negócio on-line, não pode ficar sem redes sociais. É como um supermercado não ter o panfleto de promoções. Assim como muita gente pega panfletos para saber sobre preços e promoções, seguem lojas virtuais nas redes sociais com o mesmo objetivo.

Mais do que isso, essas plataformas são excelentes canais para realizar sorteios, interagir, fazer pesquisas, lançar novos produtos, conhecer melhor seus clientes, entender o que mais consomem, o que esperam de novidades e muito mais. E, ainda, se a sua plataforma de pagamentos contar com a opção de links de pagamentos fica ainda melhor: você pode vender pelas redes sociais.

3) Ofereça parcelamentos e meios de pagamento alternativos

Muitas lojas virtuais pecam aqui. Estava tudo indo bem: as redes sociais fizeram um bom trabalho, geraram tráfego e bons clientes para loja virtual, que estava bem organizada, seus clientes encontraram o que queriam, preencheram o checkout, foram pagar e as parcelas não se encaixavam no orçamento deles, ou os juros estavam muito altos, ou pior ainda, sua loja não aceita os meio de pagamento que preferem usar. Bateu na trave.

Apesar de o cartão de crédito ser o método de pagamento preferido, nem todo mundo vai querer ou poder pagar com ele. É muito importante contar com métodos de pagamento alternativos, uma vez que, além de atender demandas diferentes de diversos tipos de clientes com distintos poderes aquisitivos, situações bancárias - lembrando que 1 em cada 3 brasileiros não tem uma conta em banco -, bem como oferecer condições de pagamento mais atrativas que a de seus concorrentes. O boleto parcelado e o link de pagamento são boas alternativas neste caso.

4) Invista em anúncios

Os anúncios digitais, entre eles os Google Ads e Google Display, bem como Instagram, Facebook e Instagram Ads são excelentes formas de divulgar sua marca, produtos e promoções de maneira mais rápida.

Os anúncios são baseados em ações e nem sempre em campanhas e, por isso, te permitem a segmentação de público, localização, idade, gênero, poder aquisitivo, nível superior, interesse, palavras-chave e muito mais, tudo, para impactar corretamente as pessoas que têm o perfil ideal para sua marca.

5) Prepare seu processo de checkout

Um processo de checkout longo e complicado demais espanta os consumidores e pode fazer com que desistam de comprar na sua loja on-line.

Existem plataformas que proporcionam o checkout ideal, baseado em pesquisa e inteligência artificial, as informações solicitadas, design, experiência de compra e usabilidade, segurança e praticidade ficam em perfeito equilíbrio, sendo ótimas ferramentas para aumentar suas taxas de aprovação e impulsionar suas vendas.

6) Ofereça uma experiência mais segura

Conte com plataformas que ofereçam protocolos e bancos de dados seguros, bem como sistemas antifraude que tenha recursos para separar os clientes bons pagadores dos fraudadores em si, com equipes de checagem manual, por exemplo.

Há sistemas antifraude que acabam confundindo transações de bons compradores com transações fraudulentas, fazendo com que suas taxas de aprovação caiam. E ninguém quer isso.

7) Considere a antecipação de recebíveis

Antes de contratar uma plataforma de meios de pagamento, verifique se há a possibilidade de antecipar seus recebíveis. Com esse tipo de oportunidade, você recebe o dinheiro de produtos que já vendeu, só que dias antes da data de recebimento. Ao invés de recebê-lo 14 dias depois da compra, centralize todos os recebimentos na mesma data, capacitando seu e-commerce a realizar investimentos na operação, logística, e ambiente virtual.

8) Use links de pagamentos

Links de pagamentos são uma forma ágil de levar seus clientes para uma página de checkout prática e simples. Você pode utilizá-los nas redes sociais ou, até mesmo, enviá-los para uma nova tentativa de pagamento, caso, por qualquer motivo, seu cliente não tenha conseguido completar a compra na sua loja virtual.

9) Escolha uma solução de pagamento completa

Por fim, mas não menos importante, é imprescindível contar com uma solução que seja robusta, completa e ofereça as funcionalidades que sugerimos acima, mas, além disso, que te dê uma visão consolidada em relatórios, painéis e dashboards sobre os números mais importantes do seu e-commerce, como: faturamento, previsão de vendas, taxa de aprovação, share e inserção de mercado, número de pedidos efetuados, parcelados, pagos e entregues, etc.

 

Invista no seu e-commerce e venda mais

 
Ninguém disse que empreender seria fácil, mas não precisa ser difícil. Empreender requer atenção, carinho, trabalho duro e comprometimento. Com a estratégia certa, objetivos bem posicionados, ferramentas adequadas, a tecnologia correta implementada e essas 9 dicas sempre avaliadas, seu e-commerce pode alcançar o sucesso e a estabilidade de seu e-commerce muito antes do esperado.

Sobre a loja

Loja Do E-commerce é a primeira loja virtual especializada em serviços para lojas virtuais do Brasil, trabalhamos com implementação completa desde a fase 0 com mentoria e treinamento incluso, somos especialistas em integração com marketplaces e vamos levar o seu negocio virtual para o próximo nível. De lojista para lojista bora faturar juntos vendedor do futuro!

Pague com
  • Mercado Pago
  • Mercado Pago
  • PagSeguro V2
Selos
  • Site Seguro

Loja do E-commerce - CNPJ: 23.777.258/0001-02 © Todos os direitos reservados. 2022

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Para saber mais acesse nossa página de Política de Privacidade